Enfim, um goleiro

As vitórias no futebol mascaram problemas. O 1 a 0 sobre o Fluminense, resultado que deixou a classificação para a semifinal da Sul-Americana muito bem encaminhada, porém, não pode fazer com que o torcedor se iluda. O Flamengo segue jogando mal, foi totalmente envolvido por um frágil time tricolor no segundo tempo da partida e só saiu de campo vencedor por causa de Diego Alves.

Sim, o Flamengo agora pode dizer que tem um goleiro. Antes de mais nada, que fiquei claro. Diego Alves não vale os quase R$ 700 mil mensais que recebe. A culpa de ter um salário tão alto não é dele, é claro. É de quem aceita pagar. Mas qualquer pessoa com um mínimo de senso crítica há de reconhecer que é um salário muito acima dos padrões para uma posição na qual não existe um grande destaque até no cenário mundial. Ou melhor, façamos justiça. No gol, apenas o alemão Neuer merece ser considerado um fora de série.

No Flamengo, porém, há um abismo entre Diego Alves e os demais goleiros. E isso ficou provado contra o Fluminense. O camisa 24 (número de inscrição na Sul-Americana) salvou o time em vários momentos, com defesas espetaculares. Diego Alves foi contratado com a fama de ser pegador de pênaltis, o que é um erro de avaliação na hora de se escolher alguém para a posição. O principal é o que ele vem fazendo nas partidas. Sendo eficiente nas bolas defensáveis – o que Muralha e Thiago não são – e salvando muitos dos chutes que exigem um esforço maior dos goleiros.

O bom momento de Diego Alves só não pode fazer com que o técnico Reinaldo Rueda deixe de lado problemas recorrentes. O jogador tem salvado o time muitas vezes. Mas é bom não dar mole para o azar. O dia em que ele não estiver bem, já era…

2 comentários em “Enfim, um goleiro

  1. Tá passando muita segurança no gol! Espero que continue assim e retome sua vaga na seleção pra copa. Aliando boas atuações com a liderança que exerce em campo, tem tudo pra assumir uma vaga de goleiro/ídolo, que não temos desde 2010.
    Dá gosto de ver ele comendo esse bando de sem sangue no esporro!

Deixe uma resposta