Questão de Justiça – Parte 3

Rafael Vaz não pediu para ser contratado pelo Flamengo.

Rafael Vaz não tem culpa por ter vivido um momento de artilheiro no Vasco e isso ter feito o Flamengo acreditar que sua contratação era válida, mesmo sendo um zagueiro limitado.

Rafael Vaz não tem culpa de receber cerca de R$ 150 mil mensais no Flamengo.

Rafael Vaz não tem culpa de falhar e jogar mal repetidas vezes e mesmo assim ser titular por muitos jogos, a ponto de deixar Juan no banco por um longo tempo.

Rafael Vaz não tem culpa de ser limitado tecnicamente e mesmo assim ter sido contratado como solução para os problemas do Flamengo.

Rafael Vaz não tem culpa de seguir como opção, mesmo após erros tão grotescos desde que chegou ao clube.

Rafael Vaz não tem culpa de ser um dos ‘protegidos’ do presidente Eduardo Bandeira de Mello.

A única culpa de Rafael Vaz é achar que é um craque e joga muito mais do que verdadeiramente joga.

Rafael Vaz merece respeito na sequência de sua carreira.

Mas está claro que essa sequencia não pode ser mais no Flamengo. É uma questão de justiça.

Um comentário em “Questão de Justiça – Parte 3

Deixe uma resposta