Vai ter que ser na camisa!

O Flamengo de Rueda não consegue jogar bem. E não adianta. Não é agora, na final da Copa Sul-Americana, que vai conseguir. Nesta quarta-feira, derrota por 2 a 1, de virada, para o Independiente, na Argentina, em mais uma atuação sem brilho.

E aí você, torcedor, pode perguntar… Jogando desta forma, dá para ser campeão? Dá… Vai ter que ser na camisa! Com a força da torcida rubro-negra, no Maracanã, é bem viável o time conseguir a virada. Uma vitória por dois gols de diferença dá o título ao Mais Querido. Por um gol de diferença, leva a partida para a prorrogação.

No jogo de hoje, sentimos falta de um jogador de velocidade de início. Éverton Ribeiro, Lucas Paquetá e Diego não são rápidos e prendem muito a bola e o Flamengo sentiu falta de alguém para puxar o contra-ataque.

E Rueda, como sempre, demorou para mexer. Quando mexeu, colocando Everton e Vinicius Júnior, o time melhorou e por pouco não saiu da Argentina com o empate.

Vamos lá, Mengão… vamos que ainda dá!

 

Deixe uma resposta